Mulher em exame de Ultrassom obstétrica com Doppler

Ultrassom obstétrica com Doppler

Também conhecido com Doppler fetal, é indicado pelo obstetra, e serve para avaliar os vasos sanguíneos e a velocidade do fluxo de sangue do cordão umbilical e da placenta, observando se há alguma alteração no fluxo sanguíneo para o feto, de forma a programar melhores formas ou o momento para o parto.

Este exame costuma ser feito no terceiro trimestre da gestação, entre 32 a 36 semanas, sendo especialmente necessário caso o médico suspeite de alguma alteração provocada por situações como crescimento abaixo do esperado, diabetes materno, alteração da quantidade do líquido amniótico, gestação de gêmeos ou diminuição da movimentação do feto, por exemplo.

Mulher em exame de Ultrassom obstétrica com Doppler

Saiba Mais Ultrassom obstétrica com Dopple

Atualmente a tecnologia Doppler está disponível na maioria dos equipamentos de ultrassonografia. Através desse recurso é possível detectar e quantificar a resistência ao fluxo sanguíneos em diferentes vasos fetais. Alterações da circulação útero-placentária e algumas das suas repercussões na hemodinâmica fetal podem ser diagnosticadas pela diminuição ou pelo aumento da resistência ao fluxo sanguíneo em determinados vasos, sendo os mais frequentemente estudados: a artéria umbilical, a artéria cerebral média e o ducto venoso.

Saiba Mais Sobre